CARPE DIEM

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Homenagem da E.M. Vereador Bosco Mendonça

A primavera, este ano, chegou mais cedo na E. M. “Vereador Bosco Mendonça”.

Foi uma encomenda especial trazida pela Secretaria Municipal de Cultura de Pará de Minas, em comemoração e divulgação da 5ª PARALITERATURA - “Literatura para um mu...ndo melhor”.

Ela chegou lindamente pelas mãos do escritor Hernany Lisardo em seu livro “Maria e as Flores”, narrado na doce voz de Girlaine.

Chegou trazendo cheiro de infância, cor de abóbora no tacho, som de sino e alegria de palmar com Alecrim Dourado e encontrou solo fértil nas canções entoadas pelas crianças do TOCALÍRIS e do VOCALÍRIS, sob a direção do professor de música, Geraldo Rodrigues.

Foi uma manhã de coração alegre, de cantos e encantos por todos os cantos da nossa escola.

Por Sandra Aguiar
http://vereadorbosquinho.blogspot.com.br/
 
Abraços sonoros à todos!

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Pará de Minas comemora seus 154 anos incluindo na sua festa a 5ª Paraliteratura “FEIRA DE INCENTIVO A LEITURA – LITERATURA PARA UM MUNDO MELHOR” vão até o próximo sábado, 14 de setembro. Sou grato à equipe de eventos e cultura.
Eleuza Rodrigues, Lu Pereira, Alaércio Delfino, Érica Lumi...
Pela acolhida e homenagem ao livro , Maria e as flores" e ao Projeto Cante um Conto!
http://parademinas.mg.gov.br/literatura-por-mundo-melhor/
 
 

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

MAIS UMA ESCOLA ADOTA O LIVRO "MARIA E AS FLORES" - COLÉGIO MARCONDES/ SISTEMA DE ENSINO ANGULO.
GRATIDÃO A TODA EQUIPE E AOS ALUNOS QUE TIVE A OPORTUNIDADE DE CONHECER NUM DESCONTRAÍDO BATE PAPO.
ABRAÇOS SONOROS!

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

5ª PARALITERATURA! PARÁ DE MINAS/MINAS GERAIS.
- 10 de setembro de 2013
07:00h as 17:00h – Atividades na Brinquedoteca
Espaço com livros, Contos e Atividades Ligada à Literatura Infantil.
Local: Biblioteca Pública Municipal Professor Mello... Cançado

09:00h – Visita à Escolas Municipais
Participação: Hernany Lisardo
Local: Escola Municipal Vereador Bosco Mendonça em Bom Jesus do Pará

15:00h – Visita à Escolas Municipais
Participação: Hernany Lisardo
Local: Escola Municipal Dona Cotinha
11 de setembro de 2013
07:00h as 17:00h – Atividades na Brinquedoteca
Espaço com livros, Contos e Atividades Ligada à Literatura Infantil.
Local: Biblioteca Pública Municipal Professor Mello Cançado

09:00h – Abertura Oficial da Feira da 5ª Paraliteratura

09:00h – Oficina com o escritor Hernany Lisardo
Espetáculo: Cante um conto!
Local ; Tenda de Espetáculos

14:30h – Bate Papo Com o Escritor
Participação: Hernany Lisardo
Local: Tenda de Espetáculos.
 

7ª SEMANA DO LIVRO E DA LEITURA COLÉGIO BERNOULLI EM BELO HORIZONTE


O livro "MARIA E AS FLORES", retrata o estilo natural de viver, valorizando a integração do ser com o meio ambiente.
Descreve a cultura local e aborda questões existenciais e sociais.

As ilustrações nos provocam reflexões entre os estilos de vida rural e urbano e nos apontam para a importância de nossa identidade cultural como forma de gerar recursos auto sustentáveis.
Aproveitamos todos os elementos regionais e folclóricos do enredo para reforçar a importância da preservação e divulgação da memória cultural que segmenta o local em uma rota turística capaz de gerar a moeda e agregar valor a comunidade.

O livro "MARIA E AS FLORES", foi elaborado pensando em aprofundar nos conteúdos descritos acima, por essa razão, são oferecidas dinâmicas específicas, como oficinas para artistas e bibliotecários e capacitações para professores além do circuito artístico “Cante um Conto!” com bate papo com autor.

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Os arte educadores Girlaine Tsade e Hernany Lisardo desenvolveram o Programa de Atividades Lúdicas Expressivas que atendem as demandas em circuitos artísticos e de capacitações para empresas, escolas, ong's.
 
 
 
 
(31)88963351.

sexta-feira, 9 de agosto de 2013


AGOSTO, MÊS DO FOLCLORE.

Folclore é algo fantástico, que ensina e nos diverte através do simbólico. É ciência das tradições, dos usos e da arte popular de um país ou região; É o conjunto de costumes e tradições populares transmitidos de geração em geração. Por meio do folclore as pessoas mostram suas fantasias, medos, melhores e piores desejos, que podem ser percebidos, principalmente, através da literatura.

Todos os povos possuem suas tradições, crendices e superstições, que se transmitem através de lendas, contos, provérbios, canções, danças, artesanato, jogos, religiosidade, brincadeiras infantis, mitos, idiomas e dialetos característicos, adivinhações, festas e outras atividades culturais que nasceram e se desenvolveram com o povo.

No Brasil são folclore os Festejos Natalinos, Santo Reis,  São João, Lobisomem, Bicho Papão, Saci Pererê.

Segundo a Wikipédia, a UNESCO declara que folclore é sinônimo de cultura popular e representa a identidade social de uma comunidade através de suas criações culturais, coletivas ou individuais, e é também uma parte essencial da cultura de cada nação.

Segundo o famoso Câmara Cascudo, folclore é um substantivo masculino, definido por ele assim:

1 Costumes tradicionais, crenças, superstições, cantos, festas, indumentárias, lendas, artes etc., conservados no seio de um povo;

2 Parte da Antropologia cultural que estuda esses elementos; ”cultura do geral no homem, da tradição e do milênio na atualidade, do heróico no cotidiano”

Uma vez que o folclore faz parte de nossa cultura, quando o conhecemos e estudamos, estamos contribuindo para a preservação e perpetuação de algo que é nosso. Passamos a entender melhor a história de nosso povo.

Ler os contos folclóricos publicados nos livros brasileiros e também os autores estrangeiros de clássicos infantis a exemplo de Hans Christian Andersen e os irmãos Grimm é uma boa recomendação. Estes autores se inspiraram no folclore para escrever suas histórias, algumas delas há muito conhecidas em nossa literatura, como “A Pequena Sereia” e o “Soldadinho de Chumbo” (de Andersen).

Dia 22 de agosto é o dia internacional do folclore. Vamos comemorar pesquisar, citar nosso folclore na biblioteca da escola, no facebook, em blog’s na net…O PROJETO CANTE UM CONTO! Leva o folclore através da contação de história e brinquedos cantados... Deixe aqui o seu comentário.

Viva o folclore brasileiro!

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Agradecimentos a Tiago e Natália organizadores da Colônia de Férias SESI/MG
 

terça-feira, 30 de julho de 2013

O jogo das flores

Agradecemos a Cor e Arte Betim (http://www.corearte.com.br/index.php) pelo apoio e incentivo a realização do "jogo das flores". O Projeto Cante um Conto leva para cidades mineiras a contação de história e os jogos brincantes para diversão de todas as idades. Nenhum assunto, no campo da psicopedagogia, suscitou no último século, tantas pesquisas quanto o jogo. Existe uma íntima relação vivencial entre o jogo e a natureza infantil. O jogo para a criança é, em primeiro lugar, brincadeira, mas é também uma atividade séria em que o faz de conta, as estruturas ilusórias, o geometrismo infantil tem uma importância fundamental. "O jogo das flores", nos oferece um verdadeiro laboratório de observações e de conscientização ecológica. No jogo em si, podemos ter uma visão global da infância, uma vez que o jogo possibilita a percepção total da criança em seus aspectos motor, afetivo e social.

http://www.corearte.com.br/empresa.php

quarta-feira, 26 de junho de 2013

GALERA! NESSAS FÉRIAS VAMOS CRIAR BRINQUEDOS E INVENTAR HISTÓRIAS DIVERTIDAS!



Brinquedos feitos com garrafa pet
A forma das embalagens PET dos refrigerantes é perfeita para construir objetos divertidos para as crianças. É possível criar móbiles, porta-lápis, cofre e jogos. E o melhor: a ideia ajuda a preservar o planeta.



Móbiles enfeitam e dão um ar alegre e divertido ao ambiente. Experimente fazer esta borboleta com os seus filhos
Móbile, criatividade no ar.
É muito fácil fazer esta borboleta-móbile, que traz bastante cor e alegria para o quarto de meninas e meninos. Basta pintar uma garrafa com tinta acrílica, criando os detalhes do corpo e da cabeça, recortar asas em EVA, transformar bolas de isopor em olhos e tampinhas em patas. Quer copiar? A artesã Cris Guimarães, do ateliê Arte com Reciclagem, de São Paulo, ensina.
Material:
1 garrafa PET do refrigerante Fanta + Tinta acrílica nas cores: laranja, verde, azul-turquesa, preto + Verniz acrílico + Espaguete de plástico branco (3 mm) + Estilete + 2 bolas de isopor nº 40 + 20 cm de fita de tecido xadrez + EVA listrado de 2,5 mm + EVA branco de 2,5 mm + Pincel Condor (474/18) + Canetinha preta ou caneta de tinta permanente + Cola para EVA + Fita de tecido xadrez
Como preparar:
Com a tinta acrílica cor de laranja, pinte a base da garrafa e a parte de cima, delimitada pelo próprio formato. Pinte de verde a parte de baixo. Espere secar e, com a tinta laranja, faça bolinhas na barriga da borboleta. Deixe secar. Aplique uma demão de verniz acrílico em toda a peça para preservar a pintura. Corte o espaguete em 4 partes de 15 cm (para os pés) e duas partes de 10 cm (para os olhos). Para fixá-los, faça um corte de 1 cm com o estilete nos respectivos lugares e enfie a pontinha deixando 2 cm da extremidade dentro da garrafa.

Pés: são tampinhas pintadas com tinta acrílica preta que você fixa na extremidade do espaguete com um nó por baixo.
Asas: corte o EVA listrado de acordo com o formato sugerido. Para fixá-las, faça um corte com o estilete na lateral da garrafa, proporcional ao tamanho da asa que será introduzida. Encaixe o EVA na abertura, de maneira que fique 2 cm dentro da garrafa. Boca: corte um EVA branco no formato da boca e faça as listras com canetinha preta para fazer os dentes. Aplique na garrafa com cola para EVA.
Olhos: com a tinta acrílica azul, pinte uma bola grande. Com a tinta acrílica preta, faça uma bolinha menor sobre a bola azul. Para pendurar a peça no teto, utilize uma espiral de caderno. Com o estilete, faça um corte mínimo na parte de cima do corpo da borboleta e introduza o arame deixando uma voltinha dentro da garrafa. Arremate a peça com um laço de fita de tecido.


Chame as crianças para criar cofrinhos econômicos e ensine-os desde agora como guardar dinheiro
Cofre econômico
O porquinho ganha forma com uma garrafa de 600 ml revestida com EVA colorido. Um pequeno corte na estrutura da garrafa serve de passagem para as moedas. Depois de cheio, você não precisa quebrá-lo para retirar o dinheiro - é só abrir a tampa!
Material: 1 garrafa de 300 ml + EVA listrado de 2,5 mm + EVA amarelo de 2,5 mm + Tinta relevo amarela + Cola para EVA + 2 olhos móveis nº 10 + 4 contas grandes de plástico
Como preparar:
Corpo: com cola própria para EVA, encape a garrafa com o EVA listrado, de maneira que a parte de cima e a base da garrafa fiquem descobertas.

Orelha: corte o EVA amarelo no formato sugerido, fazendo uma dobra na extremidade oval e com a cola aplique rente às listras. Olhos: com a cola, fixe os olhos móveis e utilizando a tinta relevo faça os cílios.
Rabinho: corte uma tirinha de EVA listrado, enrole em um lápis e esquente com secador de cabelo bem quente para modelar. Retire o lápis e o EVA estará com o formato de espiral. Com a cola, aplique na base da garrafa, de maneira que fique empinado para cima.
Pés: com a cola, fixe as quatro contas de plástico na parte de baixo da garrafa.
Focinho: corte um círculo de EVA amarelo com o mesmo tamanho do diâmetro da tampinha e, sobre ele, aplique duas bolinhas menores de EVA preto. Cole sobre a tampa da garrafa com a cola. Abertura para as moedas: com o estilete, faça uma abertura na parte de cima da garrafa, entre as orelhas e o rabinho. Por ser a maior, uma moeda de R$ 1 real pode servir de medida.


Esse joguinho é divertido e fácil de brincar. As crianças vão adorar
Jogo da velha e caixa-sacolas
A brincadeira vai ficar muito mais divertida com este jogo personalizado, que pode ser levado pra lá e pra cá dentro de uma bolsinha. As peças são joaninhas e flores desenhadas sobre círculos de EVA e aplicadas em tampinhas. O tabuleiro nasce de um retalho de feltro pintado com tinta relevo. A caixa-sacola é montada a partir da base da garrafa PET. Muito lindo!
Material:
1 garrafa PET + Espaguete transparente (3 mm) de 15 cm + Caneta de tinta permanente + Tinta relevo nas cores: preto, vermelho, amarelo e laranja + Tesoura + Estilete + EVA nas cores vermelho e verde + Feltro amarelo + Fio preto encerado + 5 tampinhas vermelhas + 5 tampinhas verdes + Cola para EVA.
Como preparar:
Caixa-sacola: Com o estilete, corte a garrafa na horizontal 2 cm abaixo do rótulo. Com uma tesoura, faça picotes na vertical, nos gomos da garrafa (um sim, um não). O resultado serão cinco pétalas. Com a tesoura, arredonde a ponta das pétalas. Faça pontinhos com a tinta relevo, contornando todas as pétalas. A parte solta dos gomos decore com pintinhas feitas com a tinta relevo. Para produzir a alça, faça dois furos, fixe o espaguete e dê um nó por dentro. Na base da alça, amarre fitas de cetim formando um laço. Personalize a caixa-sacola colando uma flor e uma joaninha (veja como fazer abaixo) e escreva o nome do jogo com tinta relevo preta.
Peças do jogo: Corte 10 círculos de EVA branco com o mesmo diâmetro das tampinhas. Com o EVA vermelho, corte 5 círculos (com o mesmo diâmetro das tampinhas) e, com a caneta de tinta permanente, desenhe uma joaninha. Para fazer as antenas, corte 3 cm de fio preto encerado e com a cola própria cole-as entre o EVA e a superfície das tampinhas vermelhas. Com o EVA verde, corte 5 círculos (com o mesmo diâmetro das tampinhas) e com a caneta de tinta permanente, desenhe uma flor. Utilizando as tintas relevo, pinte as pétalas de vermelho e o miolo de amarelo. Com a cola, fixe as flores sobre as tampinhas verdes.
Tabuleiro: Corte o feltro formando um quadrado de 15 x 15 cm. Desenhe os nove quadrados de 5 x 5 cm com tinta relevo vermelha, fazendo pontinhos. 


Use a sua criatividade e invente outros bichinhos para fazer este porta-lápis
Porta-lápis divertido
 Aqui, uma garrafa pequena vira porta-lápis fácil. No EVA você modela o sapo com boca vazada. Uma coroa de EVA estampado dá o charme á tampinha. Ah! E você pode criar outros bichos, como girafa, urso, cachorro...
Material:
1 garrafa PET + EVA verde + EVA vermelho + Tesoura ou estilete + Cola própria para EVA + Caneta de tinta permanente + Dois olhos móveis..

Como preparar:
Faça o desenho do sapo no EVA verde, que deve ter tamanho proporcional a altura da garrafa, de acordo com a foto, e corte com a tesoura. Não esqueça de deixar a boca vazada. Ainda com a tesoura ou com o auxílio de um estilete, faça um recorte na garrafa com as mesmas medidas da boca do sapo.
No EVA vermelho, produza um recorte com o formato da língua. Com a caneta de tinta permanente, faça os traços e pontos que contornam o corpo do sapo, a língua, a abertura da boca e faça também as duas bolinhas do nariz. Com a cola própria para EVA, aplique a língua no centro, embaixo da boca do sapo. Com a cola, fixe o recorte de EVA na garrafa, centralizando a boca do bicho com a abertura feita no frasco.

Abraços sonoros!